13 de junho de 2011

Problemas no Desmame


Oi Pessoal. Continuando a historia do Post anterior. 

Logo no começo da noite eu descobri a razão de tanta calmaria...

Deixei um abajur ligado e um olho aberto... atenta a cada movimentação dela na caminha
Até que ela acorda, levanta-se (e eu ali já em alerta) vai no jornalzinho e faz caquinha molinha, junto um sonzinho de quem sentiu dor... acabou as necessidades e se jogou - literalmente - na caminha, encolhendo-se em um cantinho e suspirando... ahhhhhhhh... não tá certo isso! Pensei. (de novo minha intuição).

Minutos depois lá esta ela de novo! Caquinha mais molinha, suspirinho mais profundo... eu contei... 15 VEZES!!! Bateu um desespero.

No outro dia estava eu no Hospital Veterinário... começou a saga...Aiiii!!!

Bom, o primeiro veterinário examinou e achou que era o fígado, deu um remédio (humano) forte pra ela... tá, comprei, li a bula e não tive coragem de dar (INTUIÇÃO!). Não podia ser isso, tão pequeninha. Fui em mais uns dois e nada resolvido. E o sofrimento dela continuava...

Certo dia ela fez as necessidades e foi para a caminha e começou a se contorcer e chorar (olha a fotinho dela... peninha né?!), pensei: CHEGA! Tem que ter uma solução. Decidi ligar para a criadora, ela me indicou o veterinário dela, no Lago Sul, longe de casa... mais dinheiro (preparem-se, um buldogue francês exige, financeiramente, muito mais do que outras raças. Esteja disposto e preparado! caso contrário, repense, problemas de saúde são recorrentes e, pra mim, os mimos também).


E, até que enfim, ele descobriu! Tão simples... mamãe de primeira viagem dá nisso. Era o desmame. A tal da diarréia pós-desmame, ela não se adaptou muito à nova comida. Segundo ele a ração que a criadora deu tinha um alto teor protéico e não deu muito certo pra ela. Os chorinhos e contorções era assadura! (de tanto ir no jornalzinho... imagina a dor!) soluçao: HIPOGLÓS! E cuidar da alimentação. 

Aos Poucos o intestino dela foi regulando e a assadura melhorando.

ALÍVIO!!!

Aqui vai uma dica para mamães, em aprendizagem, como eu:
"Fórmula herbal bastante útil para tratar diarréia em filhotes novinhos. Prepare um chá de camomila: adicione 470mL de água fervente à 2 colheres de chá de erva de camomila desidratada (a "de verdade", não a de saquinho de chá). Deixe infundir por 10 minutos, coe e acrescente ½ colher de chá de sal marinho. Dê uma dose - o equivalente a uma mamada de alguns minutos - três vezes ao dia. Entre cada dose, administre a solução eletrolítica via oral, de acordo com a recomendação do veterinário".
Fonte: http://www.cachorroverde.com.br/leiteneonatos.php
Sempre consulte um veterinario de confiança, eu passei por muitos... e vocês viram  o absurdo e inexperiência de alguns (imagina se eu tivesse dado o tal remédio para uma coisa que não existia: problema no fígado)...e lembre: pare, pesquise e discuta sobre o tratamento, e  se sua intuição lhe avisar! ESCUTE!

2 comentários:

  1. Olá! Tudo bem?? Peguei minha filhota na 6a feira (com 50 dias) e ate agora ela chora quase o tempo todo. Ela é um grude (eu trabalho de casa) e muito carente. Mas sempre que não damos atenção ou ela fica sozinha, chora demais. Demais mesmo. Estridente. Tena até uivar rsrsrs. O que eu faço? Isso é normal? É só saudade da mãe? Como passo muito tempo em casa, e com ela, seria melhor acostuma-la a ficar um pco sozinha? Muito obrigada!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Renata,

    Tudo bom?
    É normal, durante a adaptação, o cachorro chorar, pois ele foi retirado de perto das mães e irmãos.

    É bom sim vc ir acostumando, aos poucos - comece com alguns minutos e vá aumentando gradativamente -, ela a ficar sozinha. E não ir até ela sempre que ela chorar (sei que é dificil, mas ela vai associar que sempre que chorar vc aparece).

    Tente pegar alguma coisa com cheiro da mãe e irmãos (se possivel) e deixe com ela, vc pode enrolar numa bolsa de agua quente (não muito) e deixar na caminha dela para ela se sentir confortavel.

    Vc pode também deixar algum rádio ligado baixinho quando ela ficar sozinha.

    Tudo é adaptação, uns demorarm mais que outros para isso, mas paciência e carinho tudo vai se acertando.

    Abs,
    Gabi.

    ResponderExcluir

Obrigada por participar do blog e compartilhar sua opnião!

Ao deixar seu comentário você automaticamente autoriza sua reprodução e publicação.

Não serão publicados:

- Comentários que contenham ofensas ou palavrões;
- Comentários que não tenham relação com o post em questão;
- Comentários Anônimos;
- Propagandas em geral.

Leia os Termos de Uso do blog.