21 de junho de 2011

Ração? Eu não quero não!


 Algumas partes do post foram removidas por conter partes de um texto que foi censurado pela AlfalPet.

Depois de muito passear por fóruns e blogs sobre frenchies percebi a recorrente pergunta:
 - Meu buldogue francês não quer mais comer ração, o que eu faço?

Bulldog sentado
Sim, os frenchies são bem exigentes em relação à alimentação, enjoam rapidinho de qualquer ração, não importa se você irá oferecer a ração mega, super, hiper premium, recomendadíssima! Importada e de última geração - seu bulldog irá comer nas primeiras semanas e logo não irá mais querer! E eles estão super certos sabia?

A Alana já fez até greve de fome quando era pequena (realmente eles são teimosos e persuasivos quando colocam uma coisa naquela "cabecinha"), ela já ficou 3 dias sem comer, e eu, desinformada, misturei as famosas latinhas na ração, ela comeu né! O que a fome não faz...

Atualmente, segundo dados da indústria, cerca de 65% dos lares brasileiros têm um animal de estimação, o que representa uma população de, aproximadamente, 30 milhões de cães e 12 milhões de gatos. Destes, aproximadamente, 40% consomem alimentos industrializados.


cachorro querendo comida

Outra coisa: Não misture ração com comida, este artigo do cachorro verde responde porque:

"Pode parecer pura demagogia, clichê, mas realmente não recomendamos misturar Alimentação Natural à ração. Uma coisa é oferecer ração como base da alimentação e ocasionalmente dar uma fruta, cenoura, pedaço de carne ou um osso cru para o cão limpar os dentes e se distrair. Outra coisa, bem diferente, é oferecer, sem critério algum, ração misturada a uma grande quantidade de alimentos diversos.
Tudo bem oferecer até 10 a 15% do total diário da dieta na forma de lanchinhos ou petiscos. Um exemplo prático: se seu cão come 200 gramas de ração por dia, você pode oferecer a ele até 20 a 30 gramas de algum outro alimento saudável por dia. Por “alimento saudável” entenda carnes, frutas, legumes, vísceras, ovos, peixes, iogurte e cereais, estes últimos sempre cozidos e sem cebola. Doces, frituras, ossos cozidos, pães franceses, etc, não são alimentos apropriados para os pets e devem ser evitados.
Ao ultrapassar regularmente a regrinha dos 10 a 15% de lanchinhos, você cria um estado crônico de desequilíbrio nutricional. A ração é um alimento completo e balanceado. Isso significa que ela foi matematicamente formulada para fornecer minerais, vitaminas e nutrientes como lipídeos, proteína e carboidratos na medida certa para a espécie e idade de seu animal de estimação".
Fonte: http://cachorroverde.com.br/site2009/?p=1444
Eu estou introduzindo a Alana na alimentação cozida! (disponibilizada pelo site do cachorro verde).

cachorro comendo um osso
www.cachorroverde.com.br
 Acredito que, assim como muitos de vocês, eu também tenho receio de carnes cruas, por isso, até eu criar coragem estou pré-cozinhando as carnes (é mais mal passada do que realmente cozida), mas existem sim cuidados  para minimizar os riscos.

Veja as precauções mais importantes a serem tomadas em relação à carne crua, caso você opte por dá-las lembre-se que o risco existe, por isso tome as precauções necessárias e faça também exames regulares em seu cão:
  • "Somente compre carnes e meaty bones próprios para consumo humano e em locais idôneos, onde a boa higiene na manipulação das peças é aparente;
  • De preferência, compre essas peças em local próximo à sua casa, para que os alimentos não se deteriorem em trajetos longos - se for o caso leve uma caixa de isopor ou solicite entrega em domicílio (os itens virão refrigerados);
  • Todas as carnes comercializadas para consumo humano sofreram congelamento profilático em freezers industriais para eliminação de cistos parasitários e protozoários. De qualquer maneira, há pessoas que preferem solicitar ao açougueiro que congele essas carnes por um mínimo de 3 dias no freezer do açougue, antes decomprá-las e levá-las para casa;
  • Congele as peças no freezer de sua casa por 3 a 5 dias antes de oferecê-las aos pets (para isso eu já comprei meu freezer!); 
  • Ao preparar e separar as porções, use um pouco de vinagre de maçã sobre as carnes para matar parte das bactérias de superfície; 
  • Não permita que o alimento fique ao ar livre por mais de 30 minutos sem ser consumido. Guarde o que sobrar na geladeira e ofereça novamente em até 24 horas; 
  • Caso tenha receio de que o animal possa receber parasitos intestinais por meio do consumo de carne cruas, solicite ao veterinário exames coproparasitológicos (de fezes) periódicos e vermifugue conforme o parasito detectado no exame".
            Fonte: http://www.cachorroverde.com.br/carnecrua.php
Assim que voçê começar a mudar a alimentação de seu cão, com certeza muitas coisas vão mostrar à você que essa é a escolha ideal:
  • A felicidade de seu frenchie na hora de comer, nunca mais cara feia nem greve de fome!;
  • Pets lindos, fortes, saudáveis;
  • Despesas veterinárias quase inexistentes;
  • Diminuição considerável das alergias (recorrente em Frenchies).
Enfim, existem INÚMEROS benefícios da alimentação natural, sugiro que você leia, releia e estude todo o site do cachorro verde, informe-se com quem já dá a alimentação, peça para acompanhar a rotina dela e ver se isso também irá se adequar a sua (de nada adianta você optar por trocar a alimentação se você não vai ter tempo para prepará-la ou ela não ser adequadamente balanceada), ou seja, reúna o máximo de informações antes de começar!

Eu tenho certeza que seu Bullogue vai agradecer muito!

cão esperando comida
www.maedecachorro.com.br

Referências:




4 comentários:

  1. Que legal! Mais uma FRENCHIE VERDE!!!!
    Sabia que frenchies são os maiores adeptos da AN, segundo a própria Sylvia Angélico?
    Parabéns por investir na saúde da Alana.

    bjks!
    Camilli e frenchies

    ResponderExcluir
  2. minhas iorks e meu pit bul comem a alimentaçao natural do cachorro verde é simplismente muito boa a pele e o pelo melhorou 100% estou concientizando meus clientes a fazerem o mesmo porque ninguem merece comer so raçao, segundo o dr jonnes apos o aumento consumo de raçao os caes estao morrendo mais de cancer
    um abraço lucinha do paraiso canino hotel

    ResponderExcluir
  3. Gabi, tudo bem?
    Descobri seu blog a aprox. 8 meses, época em que adotei a minha buldoguinha de 3 anos!
    Acredito que antes de adotá-la, a alimentação dela não era muito boa, dado que estava gordinha, tem os dentinhos sujos para a idade, era absurdamente gulosa (de atacar lixeira, subir na mesa e ter que esconder qualquer alimento dela). Ela também apresenta - ainda! - a manchinha esbranquiçada no olho direito, e a vet. me dise que poderia ser acúmulo de gordura. Num exame de sangue e ultrassom de rotina, pois ela teve problemas no útero e teve que retirá-lo antes de ser adotada por mim, descobrimos cristais na urina e lama biliar. De resto, ela está super bem... Rins, fígado, coração, etc estão bons! Vamos fazer um exame de urina e mais um de sangue para saber como esta o colesterol dela, e definir um tratamento.
    Porém, sei que mais uma vez precisarei mexer na alimentação dela. Ela gosta muito de ração (poderia fazer propaganda de qualquer uma!), alias, de comer! E tenho pensado e lido mais sobre a alimentação natural cozida. Gostaria de saber se você ainda oferece para a Alana, e quaisquer outras informações a respeito. Tentei conversar sobre o assunto com a minha vet, mas notei certa resistência.
    Agradeço se vc puder me dar umas dicas!

    Att.,
    Fabíola!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Louise,

      A Alimentação natural é muito boa, ouvi relatos de resultados ótimos. Não estou mais dando para a Alana, agora tenho 3 buldoguinhos...:) e precisa de um tempo para preparar a alimentação (embora muitas pessoas dizem que não, dá um pouquinho de trabalho sim) e não tenho tido tempo. Pretendo voltar sim, mas quando eu puder preparar as alimentações adequadamente. Acesse o site do cachorro verde, lá tem dicas muito legais e respostas a várias dúvidas!

      Abs,
      Gabi

      Excluir

Obrigada por participar do blog e compartilhar sua opnião!

Ao deixar seu comentário você automaticamente autoriza sua reprodução e publicação.

Não serão publicados:

- Comentários que contenham ofensas ou palavrões;
- Comentários que não tenham relação com o post em questão;
- Comentários Anônimos;
- Propagandas em geral.

Leia os Termos de Uso do blog.