22 de julho de 2011

Diagnóstico das Causas das Alergias em cães: SPOT TEST


As alergias nos buldogues franceses são extremamente comuns, por isso, seu diagnóstico é muito importante para que se possa realizar um tratamento eficaz contra as alergias recorrentes.

Geralmente, as dermatites alérgicas começam com coceiras em graus variados, e suas causas são ínumeras.

Vários testes podem ser feitos para descobrir a causa das alergias como histopatologia da pele, testes dérmicos ou alimentares. Mas, pelas minhas pesquisas, atualmente, no Brasil, o teste mais completo para a identificação dos alérgenos aos quais seu frenchie é sensível é o SPOT teste, feito pela CEPAV.

Cachorro-alergia

Infelizmente, ainda, seu preço é um pouquinho salgado: em torno de R$ 400,00. Mas, se o seu bulldog tem alergias frequentes, acho que vale a pena sim desembolsar esse dinheiro e descobrir de uma vez por todas a(s) causa(s) da dermatite alérgica.

Mesmo porque a cada espisódio alérgico de seu frenchie você gasta com veterinários, remédios, outros exames, além de, muitas vezes, intupí-lo de corticóides.

A CEPAV é um laboratório e funciona da seguinte maneira: os veterinários colhem o material e enviam para eles analisarem. Dependendo da cidade onde você mora, é só encontrar um veterinário que colha o sangue do seu cão, centrifugue e separe o soro (é através dele que será feita a análise), é necessário em torno de 4 ml de soro. Colhido o material, seu Vet fará a requisição do exame e poderá mandar tudo por SEDEX.

cachorro doando sangue

Mas afinal, o que é o SPOT teste?
 

A tecnologia SPOT, combina dois dos principais métodos laboratoriais para detecção de imunoglobulinas IgE: Radioimunoensaio e Enzimaimunoensaio.

O SPOT TEST mede os níveis das Imunoglobulinas IgE especifica que estão aumentadas nos casos de doença alérgica. Por exemplo: Se um animal e alérgico a pó, ele terá níveis de Imunoglobulina IgE especificas anti pó em altas concentrações no sangue.


Como funciona esta nova tecnologia e por que ela é melhor? 
Após a exposição a um alérgeno, o organismo produz anticorpos ( IgE e IgG ). O IgG é o anticorpo predominante sendo produzido em grandes quantidades. O IgG circulante interfere com os resultados dos testes. Para contornar este problema, todas as amostras de soro são primeiramente absorvidas com a proteína do Staphylococcus tipo A extraída da parede celular do Staphylococcus aureus. Esta proteína tem uma grande afinidade com a fração complemento da IgG, removendo esta Imunoglobulina do soro a ser testado.


Outro fator que interfere com o resultado dos testes é a presença no soro de anticorpos anti-IgE não específico. Estes altos níveis de IgE não específico são normalmente causados por infeções parasitarias nos animais. O IgE não específico compete com o IgE específico ocasionando erros nos resultados. Este problema foi solucionado com a absorção das amostras a serem testadas com antígenos de Helmintos. Os Helmintos são um dos antígenos mais comuns responsáveis pelos altos níveis de IgE no soro. O efeito deste procedimento de absorção é diminuir a concentração de IgE não específica no soro.
Estes 2 procedimentos irão garantir um teste muito mais sensível e altamente específico.
Quais são as substâncias testadas?

O teste é realmente completo, vai desde de ácaros, gramídeas até alimentos, veja todos os alérgenos que são testados:

TESTE "SPOT" PARA DIAGNOSTICO DA ALERGIA
MATERIAL: SORO
GRAMÍDEAS
ARBUSTOS/ERVAS
ÁRVORES
FUNGOS/LEVEDURAS
Cynodon sp.
Rumex sp.
Morus alba
Aspergillus
Paspalum sp.
Plantago sp.
Acacia sp.
Alternaria
Dactylis sp.
Ambrosia elatior
Platanus sp.
Helminthosporium
Festuca rubra
Prietaria sp.
Ulmus sp.
Hormodendrum
Lolium perenne
Artemisia sp
Arecastrum sp.
Penicillium
Anthoxanthum sp.
Amarhantus sp.
Pinus sp.
Rhizopus
Agrostis alba
Salsoka kali
Quercus alba
Smut mix
Poa pratensis
Iva ciliata
Ligustrum sp.
Stemphylium
Holcus lanatus
Chenodpodium sp.
Populus sp.
Curvularia
Bromus inermis
Taraxacum sp.
Salix sp.
Candida albicans
Phleum sp.

Fraxinus sp.
Pullularia
Secale cereale

Eucalyptus sp.
Nigrospora



Saccharomyces

INALANTES CASEIROS
Algodão
KapoK
Piretróides
Juta/Sisal
Tabaco
Carpete
Pó Caseiro
Ácaro de pó
Barata
Pernilongo
Mosca Doméstica
Pulgas
Malassezia sp.
Staphylococcus sp.

EPITÉLIOS
Pêlo de gato
Pêlo de cão
Penas
Pêlo de cavalo
ALIMENTOS
Frango
Vitela
Milho
Peru
Batata
Coelho
Ovo
Trigo
Sorgo
Levedo
Boi
Leite
Carneiro
Aveia
Tomate
Porco
Soja
Arroz
Cevada

Cenoura
Ervilha
Pato
Peixe


Identificando a causa da alergia seu veterinário poderá saber com mais precisão qual o tipo de dermatite do seu cão e qual o tratamento mais indicado.

Caso você tenha ficado com dúvidas, entre no site da CEPAV e converse com eles, são muito atenciosos e gentis. O link do site é: CEPAV Laboratório.

Converse com seu vet sobre o teste, é caro, mas, com certeza, vai valer a pena saber qual o motivo da alergia do seu cão!

buldogue frances-alergia-feliz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por participar do blog e compartilhar sua opnião!

Ao deixar seu comentário você automaticamente autoriza sua reprodução e publicação.

Não serão publicados:

- Comentários que contenham ofensas ou palavrões;
- Comentários que não tenham relação com o post em questão;
- Comentários Anônimos;
- Propagandas em geral.

Leia os Termos de Uso do blog.