13 de julho de 2011

Verão... Calor... E o Bulldog Francês.


Ainda estamos no inverno, mas sempre pensando e contando os dias para o verão.

Ah!! O Verão! Sol, calor... Combinação perfeita? Bom... não para o bulldog francês.

Os cachorros, ao contrário de nós humanos, não suam para regular a temperatura corpórea. Eles se refrescam inspirando e expirando, trocando o ar quente pelo frio, ficando também ofegantes, promovendo, assim, a evaporação pela língua.
bulldog frances-calor-heating
Porém, algumas raças têm mais dificuldades em permanecerem "frescas" do que outras. Cães, como o buldogue francês, além de terem o focinho curto (achatado), têm, também, a traquéia mais reduzida, de forma que não conseguem respirar com tanta eficiência.
traqueia-buldogue frances
Fonte: Ivis Journals
Assim, o risco de hipertermia é grande no frenchie, eles podem superaquecer apenas com o excesso de exercício, até mesmo em dia fresco, e frequentemente têm problemas com o calor que em outras raças não causariam tantos males.

Temos que ter muitos cuidados no verão com o bulldog francês, pois temperaturas corporais superiores a 41oC (a temperatura normal de um cão varia de 37 a 39 graus) podem se fatais, pois o animal pode entrar em choque e ter falência hepática, renal, pulmonar, cardíaca ou cerebral. 

Como prevenir a hipertemia nos bulldogs:
  • Mantenha seu frenchie bem abrigado durante os dias úmidos e quentes;
  • Passeie com seu buldogue pela manhã cedo ou final de tarde ou noite (evite sair em horários muito quentes);
  • Caso seu frenchie fique em local aberto, monitore-o constantemente, e assegure um local fresco com sombra e bastante água;
  • Cuide com as brincadeiras das crianças com os buldogues, eles podem superaquecer rapidamente e elas quererem continuar brincando sem parar (isso já aconteceu comigo, meu priminho de 6 anos estava brincando com a Alana... acontece que ela cansou e ele não. Eu tive que explicar para ele e parar a brincadeira, bem a tempo de nada mais grave acontecer);
  • Nunca deixe seu frenchie dentro de um carro fechado, principalmente em um carro no sol, seja com janelas abertas ou não;
  • Cuide com longas caminhadas e exercícios mais intensos.
alana-french bulldog-pool-calor

Preste atençao aos sinais de hipertermia, que são:  

* Saliva excessiva e espessa;
* Vômitos;
* Diarréias;
* Se ele está apático e cambaleante;
* Inconsciência;
* Gengivas e língua vermelho-brilhantes;
* Extremamente ofegantes;
* Sagramento pelo nariz.

Se seu bulldog francês apresentar esses sintomas leve-o prontamente ao veterinário, antes disso e no caminho você pode tentar resfriá-lo (o quanto antes).

Insolações graves: Temperaturas acima de 41 graus;
Insolação moderada: Temperaturas entre 40 e 41 graus.

Como resfriar seu bulldog francês:
  • Ofereça água, melhor que seja um líquido de reidrataçao oral, como o gatorade;
  • Coloque uma toalha molhada (fria) na parte de trás do pescoço e cabeça do cachorro. Depois, coloque por cima da toalha uma bolsa de gelo. Isso ajudará a reduzir o calor no cérebro, impedindo-o de inchar, o que poderia levar à morte;
  • Leve-o para um local fresco e ligue um ventilador ou ar-condicionado;
  • Você pode colocá-lo em uma banheira ou pia cheias de água fria (como o cão estará cansado, as vezes atordoado, cuide e preste muita atenção para que a cabeça dele se mantenha fora da água);
O melhor caminho é sempre a prevençao, então tome as precauçoes necessária para que seu buldogue francês não tenha problemas graves de superaquecimento.

Caso ocorra, resfrie-o e leve-o logo ao veterinário.



Referências:

1. SHOJAI, A. D. Primeiros socorros em cães e gatos. Belo Horizonte: Ed. Gutenberg, 2010. ;

      


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por participar do blog e compartilhar sua opnião!

Ao deixar seu comentário você automaticamente autoriza sua reprodução e publicação.

Não serão publicados:

- Comentários que contenham ofensas ou palavrões;
- Comentários que não tenham relação com o post em questão;
- Comentários Anônimos;
- Propagandas em geral.

Leia os Termos de Uso do blog.