19 de setembro de 2011

Conheça Algumas Raças Braquicefálicas.


Depois de ter lido um pouco sobre os cães braquicefálicos agora vamos conhecer um pouco sobre algumas raças braquicefálicas:


Bulldog francês:


O buldogue francês é sociável, alegre, brincalhão, esperto e bem teimoso. Particularmente afetuoso com seus donos e com crianças é um cão tipicamente molossóide de pequeno porte.

Poderoso para seu pequeno porte, brevilíneo, atarracado em todas as suas proporções, de pêlo raso, de focinho curto e trufa achatada, de orelhas empinadas e arrendodadas nas pontas, com uma cauda naturalmente curta.

Seu aspecto é de um animal ativo, inteligente, muito musculoso, de estrutura compacta e sólida ossatura.


Boston Terrier: 

O Boston Terrier é um cão cheio de vida, altamente inteligente, pelo liso, cabeça curta, de construção compacta, cauda curta, bem balanceado, de cor tigrado, cor de foca ou preto e igualmente marcado de branco.
Fonte: mydogbreed

A cabeça é proporcional ao tamanho do cão e a expressão indica um alto grau de inteligência. O tronco é mais para curto, os membros fortes e elegantemente formados; a cauda é curta e nenhuma parte é tão proeminente a ponto de fazer com que o cão pareça mal proporcionado.

As orelhas são pequenas, portadas eretas; podem ser naturais ou cortadas de acordo com a forma da cabeça e situadas o mais próximas possível dos cantos do crânio.



Bulldog Inglês:


Os cachorros da raça Bulldog Inglês (English Bulldog) têm uma personalidade muito forte, caracterizada pelo seu jeito independente, dócil e preguiçoso. Tem uma estatura bastante baixa, é largo, poderoso e compacto. 


Cabeça maciça, bastante larga em proporção ao tamanho. A face é curta; focinho largo, grosso e inclinado para cima. Corpo curto, bem ajustado.


Membros fortes, sólidos, bem musculosos e em muito boa condição. Posterior alto e forte e de algum modo, mais leve em comparação com o dianteiro pesado. Fêmeas não são tão grandes ou bem desenvolvidas quanto os machos.


Boxer:

Os Boxers normalmente são cães enérgicos e brincalhões. Amigáveis com crianças e pacientes com animais menores, não são agressivos por natureza, desde que haja socialização.

Fonte: myboydogblog
E para sua saúde e entretenimento, recomenda-se muitos exercícios físicos adequados. Seu porte é médio. Os músculos do corpo são compactos e bem desenvolvidos. Possui uma forma quadrada, com pelo curto e espesso de diversas cores, que vão do vermelho escuro ao amarelo claro. O focinho é largo e poderoso, enquanto as orelhas são pequenas e de inserção alta.




Pug:

O Pug é charmoso, digno e inteligente. Equilibrado, feliz e de muita disposição. Cabeça larga, redonda, não em forma de maça. 

Fonte: Animais.culturamix



Rugas claramente definidas. Focinho curto, truncado, não arrebitado. Mandíbula larga com os incisivos, quase, em uma linha reta.

 
Olhos escuros, muito grandes, de forma globular, expressão doce e afetuosa, muito brilhantes e quando o cão está excitado, cheios de fogo.
Orelhas são finas, pequenas, macias como veludo preto.



Shihtzu:

O Shihtzu é inteligente, ativo e alerta. Carinhoso e independente. Robusto, pelagem abundante, mas não excessiva, com um distinto porte arrogante e com uma cabeça com aspecto de crisântemo.
Fonte: dicasfree

Mais longo entre a cernelha e a raiz da cauda do que a altura na cernelha. Cabeça larga, redonda, larga entre os olhos. Topete abundante, com boa barba e bigodes; pelos crescendo distintamente acima do focinho, dando um efeito de crisântemo, não afetando a habilidade do cão para enxergar.





Dogue Bordeaux:

Dogue Bordeaux é um cão de combate, talhado para a guarda, que assume com atenção e grande coragem, sem agressividade. Bom companheiro, é muito apegado ao seu dono e muito afetuoso.
Fonte: kennel.ru
Calmo, equilibrado com limiar de excitação (reação) alto. O macho geralmente tem um caráter dominante. Molossóide, braquicefálico, concavilíneo. Poderoso, de corpo muito musculoso.
Construído mais para pernas curtas, de perfil, a altura, do esterno ao solo, é igual ou menor que a profundidade do peito. Atarracado tipo atlético, imponente e autoconfiante.



Pequinês:

O Pequinês é corajoso, leal, indiferente sem ser tímido ou agressivo. De aparência leonina, com expressão alerta e inteligente.
Fonte: petfriends

Pequeno, bem balanceado, moderadamente compacto com grande dignidade e nobreza.
A cabeça é razoavelmente larga, proporcionalmente mais larga do que profunda.








Fonte: Cbkc

4 comentários:

  1. http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2011/09/cao-morre-apos-atraso-em-voo-entre-sao-paulo-e-vitoria-diz-dono.html

    Gabi vc viu essa noticia? É bom vc dar informações sobre esse probleminha chato q eles tem, ou melhor, sobre a dificuldade em respirar... qualquer cuidado é pouco..
    bjs

    Denise

    ResponderExcluir
  2. Nossa... Me doeu o coração ver o caozinho naquele estado... :(
    Muito triste e preocupante!
    O que sei e tem ate um post aqui sobre isso, é que a gol proibiu o transporte de bulldog em todas as suas variações, o que eu não tinha entendido (até escrevi isso) era pq só o bulldog, e o pug por exemplo?

    Se eles não tem cuidado nenhum então que proibisse TODAS as raças braquicefálicas...

    Brigadão pelo aviso Denise! vou divulgar no post de amanha!

    Beijoss
    Gabi.

    ResponderExcluir
  3. É Gabi, o pior é q hj em dia os vôos atrasam mto e os cachorros ficam la no forno dentro dos aviões... pelo q vc disse apenas os bulldogs foram proibidos, mas deveriam proibir tds as raçãs braquicefalicas (é assim q escreve? rs) ... o risco deles terem uma parada respiratoria é mto gde... ainda tem gente q compra cachorros de outro pais, ou de estado mto longe... eu moro no interior de SP e tinha visto um cachorro de Curitiba, nao comprei pq nao tinha como traze-lo sem ser de avião, um amigo do meu marido ia trazer de carro mas nao deu certo (acho q entrou de ferias do serviço, uma coisa assim), como nao vinha pra ca, desisti, imagina a condição do bichinho em sei la qtas horas de vôo... preferi comprar um aqui perto, q deu pra buscar de carro em tempo curto (30 min de carro) ... precisamos parar um pouco e pensar no sacrificio q é para os animais ficarem fechados em uma caixa, depois ficar fechado sabe la como dentro de um aviao, as horas de vôo, as horas de espera, enfim ... melhor deixa-los quietinhos mesmo...

    Bjos,

    Denise

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise,

    Concordo com vc. As raças braquicefálicas (é assim mesmo como vc escreveu...rs...) são muito sensiveis. Eu já levei a Alana de avião, mas sempre tomando todos os cuidados e com o coração na mão!

    beijos,
    Gabi.

    ResponderExcluir

Obrigada por participar do blog e compartilhar sua opnião!

Ao deixar seu comentário você automaticamente autoriza sua reprodução e publicação.

Não serão publicados:

- Comentários que contenham ofensas ou palavrões;
- Comentários que não tenham relação com o post em questão;
- Comentários Anônimos;
- Propagandas em geral.

Leia os Termos de Uso do blog.