5 de setembro de 2011

Espirro Reverso? O Que é Isso?


Voce já foi surpreendido com seu bulldog paralizado parecendo que está engasgado ou parecendo que está morrendo sem conseguir respirar?

Nesta hora você se sentiu impotente enquanto assistia seu amigo canino passar por isso?

Pois eu já e foi uma situação desesperadora da primeira vez (quando eu não sabia do que se tratava e ainda não conhecia o tal “espirro reverso”).
A Alana parecia mesmo que ia morrer e eu ficava sem saber o que fazer. Hoje muito mais bem informada já sei como agir e mantenho a calma, faço os procedimentos simples e o episódio para na hora!
Por isso espero que, compartilhando minha experiência com isso, eu ajude vocês a não entrarem em pânico em situações como essa:


O Espirro reverso é uma inspiração súbita, rápida e extrema. O cão força a passagem de ar através do nariz, fazendo com que ocorra barulhos como roncos e engasgos repetidos. Pode, inclusive, parecer que o cão está se asfixiando.

O som que o cão faz pode ser tão assustador que muitos proprietários correm em pânico para as clínicas de emergência no meio da noite.

Na verdade isso nada tem haver com um espirro real, esse é um termo popular para algo que, com certeza, parece  pior do que realmente é.

Cães braquicéfalos (como Pugs, Bulldog Francês, Boxers), especialmente aqueles com palato mole alongado, podem ter com mais frequência episódios de espirros reversos.

Cães de pequeno porte também são particularmente propensos a ela, possivelmente porque eles têm gargantas menores. Pensa-se em uma  predisposição hereditária para que isso ocorra.

Por que isso acontece?

A causa mais comum de espirros reverso é uma irritação do palato mole e da garganta que resulta em um espasmo.

As causas que irritam a garganta ou causam alergias no cão que podem provocar o espirro reverso são: excitação, comer e beber, intolerância ao Exercício, coleiras que apertam o pescoço quando o cão puxa, ácaros, pólen, corpos estranhos presos na garganta, perfumes, vírus, produtos químicos domésticos e até mesmo infecções na raiz do dente podem desencadear esses espisódios.

Quais são os sinais?

Durante o espasmo, o cachorro vai estender o pescoço, normalmente o cachorro “trava”, ele fica imóvel com o pescoço estendido, olhando para cima, com as patinhas abertas e peito expandido na tentativa de conseguir puxar o ar.

Um Episódio típico dura apenas alguns segundos, mas alguns cães podem enfrentar isso por alguns minutos e várias vezes por dia .

Se o seu cão enfrenta esse comportamento com muita frequência e os episódios são graves, uma visita ao veterinário é necessária a fim de descartar outras possíveis causas, que podem incluir:

  • Infecções virais,
  • Pólipos,
  • Palato mole alongado;
  • Ácaros nasais;
  • E o mais importante: Colapso de tráquéia.
Diferencie os sintomas do colapso da traquéia:

No colapso de traquéia os sintomas incluem tosse (muitas vezes chamado de "tosse de ganso" devido ao seu som), especialmente quando o cachorro está animado.

Esta tosse é geralmente paroxística em sua na natureza. Outros sintomas incluem mímica de vômito e dispnéia (falta de ar).

O diagnóstico presuntivo do colapso de traquéia baseia-se no histórico, sinais e sintomas clínicos, porém o diagnóstico definitivo só pode ser obtido por meio de radiografias, fluoroscopia, ultra-sonografia e traqueobroncoscopia.

Em Caso de Dúvida se é um espirro reverso ou um colapso traqueal é importante que o seu cão seja examinado por um veterinário.

Tratamento?

A maioria dos cães que tem episódios de espirro reverso pode levar uma vida perfeitamente normal, normalmente isso é uma condição inofensiva e, geralmente, tratamento médico não é necessário.

Muitos casos de espirro reverso parecem nao ter causa identificável. No entanto, o tratamento da causa subjacente, se conhecido, pode ser útil.

Se são os ácaros que estão causando o problema: seu veterinário poderá prescrever um medicamento específico para se livrar dos ácaros.

Se as alergias são a raiz do problema: o seu veterinário pode prescrever anti-histamínicos.

Entretanto, o espasmo é um problema temporário que vai embora por conta própria, deixando o cão sem seqüelas, por isso não se preocupe em deixar o seu cão sozinho em casa.

O espirro reverso não é um problema grave, alguns cães têm esses episódios a vida inteira, e alguns desenvolvem a condição à medida que envelhecem.

Gatos são menos propensos a ter espirro reverso do que os cães. No entanto, os proprietários devem sempre levar ao veterinário para que o gato seja examinado, pois pode se tratar, na verdade, de um caso de asma felina, e não de um espirro reverso, neste caso, isso irá  requer um tratamento específico.

O que você pode fazer quando seu bulldog está tendo um episódio de espirro reverso?

  • Massagear suavemente a garganta do seu cão;
  • Fechar brevemente as narinas do seu cão até que ele abra a boca e engula o ar;
  • Se um irritante na casa é a causa, levar o cão para fora pode ajudar, simplesmente porque o cão não irá mais inalar o irritante (caso seja algo no ambiente que tenha causado a irritação).
Veja o vídeo:



Cuidado!

Não tente abrir a boca dele e tentar empurrar a lingua, isso é perigoso pois o cão, normalmente, está com a mandibula travada, é dificil de abrir e ele pode fechar na sua mão.

O que eu uso é só colocar meu dedo indicador levemente no nariz da Alana até que ela abra a boca e engula o ar... O espirro reverso pára na hora!


24 comentários:

  1. ola,obrigada pelo seu texto...eu andava desesperada com isso sem saber o que é, sempre achava q ele ia morrer :(
    os veterinarios aqui nunca falaram nada...
    e qdo da o ataque, que é igualzinho do video, eu fecho o narizinho dele leve e massageio o pescoço e para na hora!!!
    so ele que fica amoadinho depois, sei la deve dar medo neles ne :)

    obrigada
    se quiser conhecer meu blog seja bem vinda
    artesanatodagica.blogspot.com

    vou por o seu texto no meu blog para ajudar mais pessoas ta, mas vou por referencia a vc
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gislaine,

      De nada!

      Obrigada por colocar a referencia no compartilhamento desta postagem!

      Abs,
      Gabi

      Excluir
  2. meu pequeno obina, um cãozinho de 3 quilinhos tem isso com frequência, eu fico doida, parece que ele vai sufocar,mais logo passa e ele volta ao normal, adorei saber mais sobre isso, e que ele não é o único que tem isso,parabéns pelas informações e obrigada!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Biane,

      Obrigada! Que bom que estamos ajudando!

      Abs,
      Gabi

      Excluir
  3. Acabei de comprar um pug de quase 3 meses.
    Ele está há dois dias na minha casa para adaptação.
    Ontem ele fez isso com frequência. Fiquei loucaaaaaa!!
    Hj ele fez menos!!
    É muito dificil ve-lo tendo estes episódios.
    Quero q ele fique bem :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gijota,

      Normalmente esses episódios não são preocupantes e eles conseguem se recuperar sozinhos, mas realmente é muito ruim vê-los assim , então sempre ajudo para a crise passar mais rápido, no post tem dicas de como fazer para tentar passar o episodio e ajudá-los.

      Abs,
      Gabi

      Excluir
  4. Nossa, muito obrigada por esta postagem. Tenho uma Dachshund de 3 anos e ela tem esses episódios de vez enquando desde pequena, já a levei no veterinário várias vezes e ele não sabia a causa. Agora que li e vi esse video fiquei mais tranquila, ela faz iguazinho ao cão do 1º video.

    Muito Obrigada mesmo, você não tem ideia do quanto você me ajudou e me tranquilizou. :D

    ResponderExcluir
  5. Adorei, meu bulldog tem 1 ano e seu primeiro ataque foi ontem! ! Fiquei desesperada..quase saí correndo para o vet!!! Participo de um grupo de bulldog no facebook e uma amiga postou sua matéria. ...que alívio. ...obrigada muito boa a explicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Obrigada! :)
      Fico feliz que o post tenha ajudado!

      Abs,
      Gabi

      Excluir
  6. Seu Blog é muito bom. Não sei se você tem uma pg no Face facilitaria mto.
    Ja peguei varias dicas top que tem me ajudado muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo,

      Obrigada!!!! Que bom que o blog está ajudando! O blog tem uma página no face sim! A página é esta, ainda está no começo, mas conforme irei atualizando o blog também colocarei os posts lá:
      Blog Labellealana
      No Instagram também tem, mas nesse caso são só fotos e vídeos dos meus cães: @labellealana_blog

      Abs,
      Gabi.

      Excluir
  7. Olá, tenho um cão que está com as narinas quase totalmente trancadas. Ele estava com uma doença do carrapato lá que esqueci o nome, e saía sangue pelo nariz, agora estamos tratando e tá cada vez melhor. Mas as narinas continuam trancadas. Fiz raio x e ou olhado dentro das narinas dele e estáo normais.
    Agora minha cadelinha está com espirro reverso.
    Será que pode ser alergia? Estou seriamente desconfiado. Como posso tratar isso?
    Os veterinários não me ajudam muito com isso ¬¬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Drakness,

      As causas do espirro reverso podem ser várias, até mesmo alérgicas. Normalmente eles mesmo conseguem se recuperar sozinhos do espirro, mas é bem agoniante vê-los sem fazer nada, então eu sempre que estou perto auxilio para passar mais rápido.
      Agora as narinas trancadas não seriam uma estenose então? peça para o vet dar uma olhada nessa causa, se isso tiver influenciando na respiração uma cirurgia pode ser feita, Alana fez e deu tudo certo.

      Lembrando que o espirro reverso é esporádico, quando há algo irritante o cão apresenta o espirro, mas não toda hora sem parar. Se esse for o caso é necessário verificar se há outras causa e outros problemas que podem estar ocorrendo.

      Desejo melhoras
      Abs,
      Gabi

      Excluir
  8. Nossa, eu nem acredito! que alívio que estou sentindo. Minha cadela, tem 11 anos e ela tem isso desde que chegou na minha casa aos 2 meses de idade. Sempre achei que era algo perigoso, que um dia ela teria e morreria, smepre achei que era uma falta de ar que ela tinha, um bronquite, sei lá! Do nada achei sobre isso, depois de 11 anos com medo dessas crises, agora me acalmei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Vanessa,

      Que bom que o post ajudou! Eu também no inicio ficava desesperada, agora é bem mais tranquilo! ;)

      Abs,
      Gabi

      Excluir
  9. Em uma dessas crises meu pug teve sangramento no nariz... mas logo parou. Já aconteceu isso com vcs?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Aqui o espirro reverso é esporádico e nunca ocasionou nada de anormal, só dá a engasgada e voltam ao normal. Nunca tivemos sangramentos por aqui. Cabe uma investigação melhor no seu cãozinho pra ver pq isso está ocorrendo

      Excluir
  10. Muito obrigado pelas as suas dicas eu tava muito preocupada com meu cachorro muitas vezes acontecia isso é eu ficava desesperada sem saber oque faser :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leivily,

      De nada!! Fico feliz em poder ajudar!

      Abs,
      Gabi

      Excluir
  11. eu estava muito preocupada com o cão eu fiz isso ele gorgitou e parou, na segunda fez, na primeira ele engoliu de volta :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      As vezes ele dão uma engasgadinha, mas logo engolem e se recuperam!

      Abs,
      Gabi

      Excluir
  12. Meus dois cachorrinhos brigaram, É a melhorzinha de 3 meses apanhou da mãe e saiu sangue no nariz. Agora ela fica tendo essas tosse estranha. O que faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renato,

      O espirro reverso, normalmente, é causado por alguma coisa que irrita a mucosa do cão. No seu caso eu recomendaria verificar com um veterinario se a briga, como até saiu sangue, não pode ter ocasionado alguma lesão nela. è sempre bom descartar causas que podem ser riscos pro seu cão.
      Aqui em casa os espirros são ocasionais e nunca causaram danos nenhum, nenhum sangramento nem nada.

      Abs,
      Gabi

      Excluir

Obrigada por participar do blog e compartilhar sua opnião!

Ao deixar seu comentário você automaticamente autoriza sua reprodução e publicação.

Não serão publicados:

- Comentários que contenham ofensas ou palavrões;
- Comentários que não tenham relação com o post em questão;
- Comentários Anônimos;
- Propagandas em geral.

Leia os Termos de Uso do blog.