3 de setembro de 2015

Blog no Face!!!

Você ainda não conhece nossa página no Facebook?!

Dá uma passada lá: Página do blog no Face!

Sempre tem informações, novidade, vídeos das nossas "artes" e muuuitas fotinhas nossas pra ficar sempre em contato com vocês!



Curte lá!  Lambeijos pra todos! ♥

17 de agosto de 2015

Viagens de Avião: Caixa de Transporte

Voltando com os posts sobre viagens de avião, um aviso:

A escolha da caixa de transporte é muito importante. Não pode ser qualquer uma, ou você poderá ter "dores de cabeça" na hora de embarcar.

Fiz muiiiitas pesquisas, afinal, segurança em primeiro lugar, então aqui vão algumas especificações que podem ajudar sobre a caixa de transporte:
  • A caixa tem que ter ventilação dos quatro lados, mas não pense que um furinho ou dois bastam, a TAM Cargo (única que faz esse tipo de transporte para braquicefálicos) exige uma boa ventilação. Do contrário eles vão te dar um estilete ou uma faca pra você fazer "furos" lá mesmo, ou então não embarca (sim, eu vi isso acontecer).

13 de agosto de 2015

Ajudando na Causa Animal: Programa Max em ação.

Bom dia/Boa tarde/Boa Noite Pessoal, 

Vamos dar uma pausa, só um pouquinho de atenção especial. 

Eu sempre fui uma apoiadora das causas justas e programas em prol dos animais, principalmente para ajudar aqueles animais em situações de vulnerabilidade. 

Quantas vezes, em uma noite muito fria e chuvosa, olhei para os meus cães de roupas, cobertores, sob um teto quentinho e aconchegante, e lembrei de tantos outros que estão por aí, lá fora, com fome, frio, desamparados e assustados e me deu uma dor no coração?!

11 de agosto de 2015

Viagens de Avião - Cães Braquicefálicos: Antes da Viagem.

Oi Gente!!

Voltei com informações "quentinhas" e que, com certeza, serão muito úteis pra quem pretende viajar com seu bulldog ou qualquer outro cão braquicefálico (pug, boxer) de avião.

Bom, novamente me mudei de estado, e claro que os três sapequinhas vieram comigo. 

Aqui cabe um comentário: Nunca abandone seu peludo! ele faz parte da família! Você não iria deixar seu filho para trás ou doar não é?! Pode parecer dramática a comparação, mas é a verdade...

Acontece que, para mim, uma viagem de carro demoraria 2 dias e seria muito exaustivo para eles e também para nós.

31 de julho de 2015

Rânula em Cães.

Oi gente!!

Então! Voltando com algumas informações.

Esses dias a Alana estava sentada e percebi que ela estava salivando muito. Não, não era "babando", era salivando, assim, sem nenhum motivo aparente.

Acontece que era muuuita saliva, escorria até! E quando ela deitava os cobertores ficavam encharcados de saliva.

Fonte: coisadmaluco

Claro que isso não é normal, mas apesar disso ela não apresentava nenhuma alteração aparente e estava comendo, tomando água e brincando normalmente.

1 de julho de 2015

Olá! Eu sou a Cookie!

Oi!! 


Meu nome é Cookie, sou uma buldoguinha francesa e essa é uma parte da minha historia: Eu fiquei muito doente quando eu era pequena, inclusive "morri" por 2 minutos depois de um procedimento anestésico, mas decidi voltar porque precisava ensinar aos outros que podemos enfrentar qualquer dificuldade, mas também para trazer mais felicidades para minha mamãe humana, Alana e meu super amigo Thor (somos muito unidos). 

Hoje sou saudável, ou quase... fiquei assim pequeninha e diferente, mas minha mãe diz que me ama muito do jeito que eu sou! Acho que é por isso que sou muito levada e mimada.

Ela sabe que eu amo muito ela, a Alana e o Thor e que eu nunca me arrependi de ter voltado lá do céu para viver aqui, nesta família maravilhosa ♥♥♥




29 de junho de 2015

Nossa página no facebook!

Oi Pessoal,

Vocês já conhecem a nossa página no facebook?! Lá sempre tem nosso dia-a-dia atualizado! ;)

Curta a pagina, siga e acompanhe nossa vidinha! Alana espera por vocês lá! ♥

Facebook Blog Labellealana







SEMPRE procure um veterinário.

Oi pessoal,

Esse post serve para tirar algumas dúvidas que estão aparecendo constantemente:

Muitas pessoas nos comentários mencionam o possível problema do cão e querem que eu dê um tratamento, assim, via internet!

Isso é, no mínimo, desculpem, falta de responsabilidade. Ao primeiro sinal que o seu cão apresentar diferente você DEVE LEVÁ-LO AO VETERINÁRIO.

24 de março de 2015

Meu Cão é Alérgico - Parte II

Oi Pessola,

Continuando com as dicas e textos da Dra. Fernanda sobre as alergias mais recorrentes nos nossos peludos!


Boa leitura! ♥


"São muitas as dúvidas dos tutores com relação se o animalzinho dele é alérgico ou não. Os estudos relacionados a Dermatologia Animal caminha devagar, mas mesmo assim já temos meios de diagnóstico mais efetivos na atualidade. Se tratando de pele tudo é muito complexo, desde o que causa e porque causa, mas vou tentar simplificar as coisas. Hoje temos 3 principais tipos de alergias, a Hipersensibilidade Alimentar , a Dermatite Alérgica a Picada de Ectoparasitas (DAPE) ou Dermatite Alérgica a Saliva de Parasitas (DASP) como também é descrita, e a mais famosa e difícil de diagnóstico Dermatite Atópica. Bom vamos entender um pouco mais sobre cada uma. 2- DAPE ou DASP: È uma reação alérgica cutânea ocasionada pela inoculação de saliva de pulgas ou carrapatos na pele, essa reação é mais comum em animais atópicos ou predispostos a alergia. ” As proteínas presentes na saliva de pulgas e carrapatos (pelo menos 15 tipos diferentes) agem como antígenos na pele de cães e gatos, desencadeando reações de hipersensibilidade. Podem ocorrer reações de hipersensibilidade do tipo I (imediata) e do tipo IV (tardia), a última explica porque muitos animais desenvolvem o quadro alérgico mais tardiamente.” Quando animal sofre desse tipo de alergia basta uma picada de um dos parasitas para desencadear toda uma cascata inflamatória, que levará a uma reação tegumentar de prurido intenso, com alopecia (queda de pelo) nas regiões lombossacral caudodorsal, a ponta dorsal da cauda, as áreas caudomediais das coxas, o abdome e os flancos. As lesões incluem erupções pruriginosas, papulares e crostosas, com eritema secundário, seborréia, escoriações, piodermite, hiperpigmentação e liquenificação em casos mais graves.


Fonte: dicasboaspracachorro
Fonte: doutorfocinho
Seu diagnostico é por sintomatologia clinica,  eliminação dos ectoparasitas e prevenção continua com uso de parasiticidas eficazes de efeito residual.
Alguns casos mais graves é necessário tratamento de envolvimento secundário de bactérias e leveduras, mas normalmente com eliminação e controle dos ectoparasitas o animal diminui prurido (coceira) e consegue repilação do local afetado.Essa alergia pode acometer cães e gatos entre 2 a 6 anos de idade, de qualquer sexo e raça, tendo sua maior predisposição em animais que são expostos a ambientes contaminados por ectoparasitas (pulgas e carrapatos).  
Dica: Com o uso freqüente de parasiticidas de efeito residual , seja spot on, coleiras ou medicações orais, (respeitando o período de eficácia de cada um), e dedetização e eliminação dos parasitas do ambiente você estará prevenindo que seu animalzinho desenvolva esse tipo de alergia. Lembrando que o produto tem que ter uma boa eficácia contra fixação do parasita na pele".
  Por Dra. Fernanda Coelho Viandell, Medica Veterinária Dermatologista CRM-DF2817.Email: fernandaviandell@hotmail.com

17 de março de 2015

E todo mundo quer o "dinheiro fácil", eu quero AMOR!!! ♥

Hoje o post com certeza causará polêmica, tenho certeza que serei criticada, mas acho que as pessoas precisam repensar o porquê de se ter um Bulldog Francês. 

A minha intenção é que as pessoas reflitam além. 

Quando, na época, comprei a Alana nunca, mas NUNCA, em nenhum momento, eu pensei que ela era um bulldog francês, que vale dinheiro, fêmea branca que quem sabe, futuramente, vai achar um "namorado", me trazer "netinhos", e ganhar um "dinheiro fácil".

NUNCA quando comprei o o Thor pensei que ele era um "namorado" pra ela e que os dois sendo meus... Opa! "dinheiro fácil".

Se você comprou um Bulldog e quaisquer dessas coisas sequer passou pela sua cabeça REPENSE!! REFLITA!!!

Sim, a Alana teve filhotes, eu não queria, e me trouxe muitos problemas e um gasto enorme de dinheiro, com certeza não ganhei nenhum "dinheiro fácil", os gastos foram grandes.  

Para saber mais da história leiam: Alana e seus filhotes.

Depois que o Thor conseguiu  a cruza, passei semanas preocupada, rezando para que ela não estive prenha. Sim, rezei para que NÃO!! Quando muitos rezam para que sim.

Quando soube que não tinha mais jeito, rezei de novo, para que então fossem o mínimo possível de filhotes, quando muitos rezam para que a cadela dê o máximo possível.

Outros compram um Frenchie porque, sabe né" Está na moda, "agrega status". E Depois deixa o cachorro trancado, isolado do convívio familiar, como muito tenho visto. E no final quando ele estiver velho, doente, "sem utilidade", a pessoa descarta (como também já vi, e não são poucos).

A questão é: Nunca pensei nela como uma "máquina de dinheiro", comprei a Alana porque me encantei com a raça, queria uma companhia (e consegui a melhor delas), queria uma amiga, e tenho até hoje a melhor que uma pessoa pode ter. 

Queria alguém (sim, alguém), para cuidar, e para minha felicidade, na verdade, quem cuida de mim é ela. Queria achar a felicidade, a pureza de espírito, a bondade extrema, o altruísmo, e com toda a certeza do mundo achei tudo isso em ser só.

Dinheiro a gente consegue trabalhando, com nosso suor, com nossa competência. Sei que tem criadores ótimos, também sei que eles não "vivem dos cachorros".

Não queira achar que seu cão vai trazer muitos $$$ pra você, o propósito dele não é esse! É receber amor, carinho, atenção, que, aliás, ele também lhe dará em triplo!

Mas dai alguem diz: eu quero netinhos!! (desculpem, essa não cola). A maioria irá vender todos os cães, raros são os que ficam com algum, afinal, um é mais "dinheiro fácil". E quando estou colocando isso quero que entendam o seguinte: NA VIDA NÃO EXISTE "DINHEIRO FÁCIL". 

Se você acha que seu bulldog vai trazer isso... desculpe... 

O amor é incondicional e é isso que você deve realmente sentir pelo seu cão...



Tenho visto tantos absurdos e tanta tristeza em ver o que esse cão se tornou para muitas pessoas, todo mundo cruzando seus cães sem o menor critério. Cruzando no primeiro cio, afinal, não dá pra esperar! Fazendo monta natural por escolha, parto normal...

Então repensem, por que, afinal, eu comprei um Bulldog Francês?!?

E, por favor, leiam esse texto: Quero cruzar meu frenchie

Reflitam... repensem... e como disse meu marido esses dias: O único defeito dos cães somos nós!



Tudo que faço e deixo de fazer é por eles, mas minha vida seria completamente vazia se não fosse por eles.


Fica a dica!!! ♥♥♥

16 de março de 2015

Meu Cão é Alérgico? (Parte I)

Oi gente!

Como vocês sabem eu não sou veterinária, todos os posts são baseados nas minhas experiências com meus três bulldoguinhos e de muita leitura e estudo.

Há algumas postagens falei para vocês que eu havia encontrado uma veterinária ótima, a Dra. Fernanda Viandell. Conheci ela na época da minha pequena celeste : Celeste e a Hidronefrose

E depois gostei tanto dela e do trabalho que ela passou a cuidar dos meus cães, principalmente da Cookie, a menininha doente, rs... A historia Longa da Cookie

Então agora para enriquecer o blog, teremos a colaboração da veterinaria Dra Fernanda com alguns textos, e o melhor: ela é especialista em dermatologia!!!!! O que é muito bom, pois como todos sabem muitos buldogues têm problemas de pele e alergias "incuráveis".

Fonte: Perros

A Dra Fernanda atende em domicilio e tem também hospedagem. Ela atua na cidade de Brasilia e região. Eu recomendo ela, e muito!!! Além de ótima profissional, ela ama cães e é aberta a diálogos e duvidas, muito bom!

No final do texto tem os contatos dela! ;)

Dra Fernanda Viandell
"São muitas as dúvidas dos tutores com relação se o animalzinho dele é alérgico ou não.

Os estudos relacionados a Dermatologia Animal caminha devagar, mas mesmo assim já temos meios de diagnóstico mais efetivos na atualidade. Se tratando de pele tudo é muito complexo, desde o que causa e porque causa, mas vou tentar simplificar as coisas.

Hoje temos 3 principais tipos de alergias, a Hipersensibilidade Alimentar , a Dermatite Alérgica a Picada de Ectoparasitas (DAPE) ou Dermatite Alérgica a Saliva de Parasitas (DASP) como também é descrita, e a mais famosa e difícil de diagnóstico Dermatite Atópica.

Bom vamos entender um pouco mais sobre cada uma.

1- Hipersensibilidade Alimentar é um tipo de reação de natureza imunológica que acomete cães e gatos, levando a desordem cutânea pruriginosa (coceira) e não sazonal (tempo todo), normalmente acometida a exposição ao tipo de proteína que escapam à digestão e são absorvidos intactos através da mucosa.

Essa "hipersensibilidade" ela é adquirida, então o animal pode levar algum tempo para haver essa hipersensibilização, como também assim que ingerida, pode ser uma reação tegumentar ou intestinal,  isso é uma reação individual de cada animal.
Sinais mais comuns e que indicam que ele deve ser levado ao Veterinário, prurido em face (olhos , boca), ânus , diarréia ou fezes pastosas, vômitos esporádicos.

Seu diagnóstico é exclusivamente por restrição alimentar, restringindo a sua dieta a um único tipo de proteína que o mesmo nunca tenha sido exposto, e após alguns meses nessa restrição fazemos o que chamamos de "desafio", desafiar o organismo do animal a proteínas que já tenha tido contato e tentar identificar qual a causa da hipersensibilidade, isso leva tempo então a maioria dos animais não são diagnosticados por falta de paciência do tutor em obter respostas e acaba levando o animal a mais utilização de medicações orais, pois esta é uma das reações alérgicas que mais causam prurido (coceira) e isso gera um desconforto em seu tutor.

Dica: Sempre que seu Veterinário Dermatologista sugerir essa restrição faça um  esforço, isso será um beneficio para você e seu animalzinho, minimizando a utilização de medicações orais como corticóides, as recidivas de infecções de pele, o desconforto do animal em se coçar o tempo todo".


Por Dra. Fernanda Coelho Viandell, Medica Veterinária Dermatologista CRM-DF2817.
Email: fernandaviandell@hotmail.com